Em Cícero Dantas, governador visita escola estadual após ouvir protestos de alunos

3661
COMPARTILHE

Ao chegar ao local onde estava armado o palanque para a entrega de viaturas e inauguração de obras no último sábado, 25,  em Cícero Dantas, o governador Rui Costa foi cercado por dezenas de alunos do Colégio Estadual Professor Luiz Navarro de Brito. Portando cartazes,  eles disseram ao governador que no colégio onde estudam faltam merenda e professores de algumas disciplinas e que a unidade escolar carece de uma melhor estrutura, pois não tem cantina e a quadra não tem cobertura, o que dificulta a prática esportiva devido ao calor e sol intenso.

Depois de ouvir os estudantes, Rui prometeu que quando terminasse o evento faria uma visita à escola para verificar a situação.

Governador é cercado por alunos  que protestavam contra falta de merenda e de professores 

          Estudantes ao lado do governador Rui Costa

Logo após o evento, o governador, acompanhado do prefeito de Cícero Dantas, Dr Ricardo, e da Deputada Fátima Nunes, foi até o Colégio Professor Luiz Navarro de Brito, onde se reuniu com os alunos e a com a vice-diretora, já que a diretora está de atestado médico, e ouviu deles, conforme confirmou a vice-diretora Maísa à nossa reportagem, a situação pela qual passa o Navarro de Brito.

Alunos a espera do governador para protestar contra falta de merenda e professores

Maísa disse que foi importante essa manifestação dos alunos porque não é só a falta de merenda e de professores que afeta a unidade de ensino, mas também a falta de estrutura, já que  o colégio, construído em 1968 e que passou pela última  reforma  há 20 anos, não tem cantina, a quadra não é coberta, reivindicações feitas ao longo dos anos, mas a resposta que essa e as direções antigas da escola conseguiram ter até esse momento, por parte da Secretaria de Educação do Estado, é que nenhuma obra pode ser realizada enquanto a unidade de ensino não tiver Escritura Pública.

    Maísa, vice-diretora do Colégio Estadual  Professor Luiz Navarro de Brito

Maísa disse ainda que foi importante também a presença do prefeito de Cícero Dantas porque ele se comprometeu na frente do governador a resolver a situação da Escritura Pública da unidade escolar,  sem a qual não é possível realizar qualquer intervenção na estrutura física da escola por parte do governo do estado.

Sobre a falta de merenda, a vice-diretora esclareceu que o credenciamento está pronto há muito tempo, mas “depende do processo licitatório, que é feito pelo NTE (Núcleo Territorial de Educação) e não por nós, então não é culpa da Direção”, finaliza Maísa.

Sobre a falta de professores, o governador na saída da escola disse à reportagem da Pombal FM que ligou para o Secretário de Educação do Estado, Walter Pinheiro,  ordenando a contratação imediata para preencher as disciplinas que estão sem professores.

Colégio visitado pelo governador foi construído em 1968 e passou pela última reforma há 20 anos.

Redação pombalfm.com.br