Prefeito defende uso dos precatórios também na saúde, mas diz que município vem cumprindo o que a justiça decidiu

Em entrevista coletiva hoje pela manhã, para fazer um balanço da administração em 2017, o prefeito de Ribeira do Pombal, Ricardo Maia, defendeu uso dos recursos dos precatórios do Fundef também na saúde., mas disse que o município vem cumprindo o que foi determinado pela Justiça

Compartilhe:
  •   
  •   
  •  
  •  

Ao ser provocado em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira, 29, para comentar a decisão proferida, em novembro, pelo Juiz da Vara da Fazenda Pública da Comarca de Ribeira do Pomba, que determinou que os recursos dos precatórios do antigo Fundef devem ser usados exclusivamente na manutenção e no desenvolvimento da educação, o prefeito Ricardo Maia disse discordar em parte da decisão e defendeu que pelo menos 15% desses recursos sejam aplicados na saúde, informando que deve recorrer da decisão para que outras áreas possam ser contempladas, citando como exemplo a saúde que poderia receber um aporte de 10 milhões de reais, caso o uso desse dinheiro não fosse exclusivo para a educação. “Na minha avaliação eu acho injusto que esse recurso seja usado exclusivamente na educação”, argumentou o prefeito acrescentando que todo recurso que entra no município no mínimo 15% devem obrigatoriamente ir para a saúde, enfatizando porém que o município vem cumprindo o que foi determinado pela Justiça de uso exclusivo na educação.

 

Foto: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Ribeira do Pombal


Compartilhe:
  •   
  •   
  •  
  •