Professores de Itabuna completam uma semana em greve

Compartilhe:
  •   
  •   
  •  
  •  

Sindicato da categoria quer reajuste e pagamento de salários atrasados

A greve dos professores da rede municipal de Itabuna, no sul do estado, completou uma semana ontem. Segundo o Sindicato do Magistério Municipal Público de Itabuna (Simpi), as atividades estão suspensas em mais de 90 escolas e 17 mil estudantes estão sem aulas.

A categoria quer reajuste de 6,81% para os docentes de nível II e III e exige o pagamento de salários atrasados para professores em desvio de função, que não recebem desde julho.

Os docentes também são contra a mudança do regime trabalhista, que é a CLT, para um regimento próprio. Eles alegam que essa troca levaria à perda de direitos.

A Secretaria de Educação de Itabuna informou, em nota, que respeita a decisão da categoria e dialoga com o Simpi. No entanto, as escolas vão permanecer em funcionamento mesmo sem aulas, exceto em situações que tornem os diretores e vice-diretores vulneráveis.

Fonte: metro1.com.br

Foto : Raphael Marques/TV Santa Cruz

Compartilhe:
  •   
  •   
  •  
  •