Vídeos: Pombal FM envia repórteres para conferir propriedade que virou um cemitério de animais devido à seca na zona rural de Poço Verde

Compartilhe:
  •   
  •   
  •  
  •  

Como já deu para você perceber, a Pombal FM e seu site estão escrevendo uma nova página no jornalismo local e regional. E o sucesso do editorial da emissora e do seu portal é resultado do acompanhamento jornalísticos que tem sido feito sem perder de vistas os diversos contextos, buscando com responsabilidade e a devida apuração as realidades que cercam esses contextos.

E uma dessas realidades, que todos gostariam de nunca viver, é a seca que vem devastando o cenário rural. Pastos e aguadas completamente torrados e secos causando uma mortandade de animais diante da dificuldade de criadores de comprar ração para garantir a segurança alimentar dos rebanhos.

Diante do cenário desolador, a Pombal FM e o seu site escalaram os repórteres Tony Santos e Paulo Andrade, que se deslocarem até Ladeira, uma localidade da zona rural de Poço Verde no estado de Sergipe.

De Ribeira do Pombal até lá, para produzir a reportagem “Caminhos da Seca”, Tony Santos e Paulo Andrade percorram mais de 100 quilômetros entre a ida e a volta. Pela estrada da Boca da Mata, seguindo por Raspador, eles gastaram cerca de 1:30 para chegar ao destino. Durante o trajeto a nossa reportagem parou para registrar alguns cenários que mostram como a estiagem prolongada está afetando drasticamente a vida do trabalhador rural.

Mas foi mesmo em Ladeira, localizada a 30 quilômetros da sede de Poço Verde, cidade sergipana, que os nossos repórteres registraram um cenário tenebroso, onde quase duas centenas de bovinos foram abandonados pelo dono ao próprio destino e acabaram morrendo de fome.

No pasto e no curral onde quase 170 cabeças de gado pastavam e bebiam água abundantemente, agora só restam ossadas e corpos em decomposição. O único animal vivo encontrado no local, já não estava mais na área cercada totalmente devastada, deserta e parecendo um cemitério de bovinos. O animal estava caído à beira de uma estrada arenosa e servia como espetáculo horrendo para quem passava. Magro, sedento e com muita fome, os olhos do animal já estavam fundos e, segundo os poucos populares que observavam a dolorosa cena e pediram para não serem gravados, aquele garrote foi deixado ali em estado de inanição, na última terça-feira, 14, quando o proprietário da fazenda veio buscar as 10 últimas cabeças de gado das 170 que existiam em sua fazenda, mas acabaram morrendo por falta de comida.

Uma realidade assustadora e de cortar coração que nenhuma narrativa oral ou escrita, por mais próxima da realidade que seja, é capaz de descrever.

Por isso na sequência uma série de vídeos e fotos são exibidas para que você tenha um recorte dessa seca castigante, que se não for interrompida o mais rápido possível com a chegada das chuvas, poderá se transformar em uma hecatombe, resultando em prejuízos sociais e econômicos ainda maiores do que esses os registrados pela Reportagem “Caminhos da Seca”,  o que poderá demandar anos e anos para que os danos sejam apagados.

A Pombal FM e o seu site apresentam vídeos e fotos da Reportagem “Caminhos da Seca”.

 

 

 

Animal com fome e sede não consegue mais levantar e a morte é o seu destino 

Redação, fotos e vídeos pombalfm.com.br


Compartilhe:
  •   
  •   
  •  
  •